quarta-feira, 13 de abril de 2011

De olho na saúde do CORAÇÃO!!!

Oi meninas,

Hoje pela manhã estava assistindo TV e vi na matéria veiculada, que o infarto mata mais mulheres que câncer de mama (grande vilão que vive assombrando nossas vidas). De cada 26 mulheres que morrem no país, oito são vítimas de ataque cardíaco e apenas uma de tumor.
E vocês sabia que nas mulheres o ataque cardíaco nas mulheres se manifesta de forma diferente que nos homens? Pois é... eu achava que os sintomas eram os mesmos, dor no peito, formigamento no braço, etc... Mas hoje vi que alguns sintomas podem nos confundir na hora de detectar o infarto feminino.

Vejam os 5 pricipais sintomas do ataque cardíaco na mulher:

1) Falta de ar;
2) Cansaço súbito (ocorre abruptamente por tensão ou atividade física);
3) Tonturas, suor, náuseas e vômitos (as dores podem gerar um desconforto gastro-intestinal);
4) Dor contínua na mandíbula, ombros ou nas costas (geralmente atrás do coração);
5) Pressão na parte inferior do peito (é uma pressão muito desconfortável - como se um peso fosse colocado no peito. Essa pressão com dor que muitas vezes é confundida com dor de estômago ou indigestão).

Como nós, mulheres, somos mais resistentes à dor, muitas vezes o diagnóstico é tardio.
Procurando saber mais sobre o assunto na net, encontrei uma matéria em que o cardiologista Antonio Carlos Carvalho, disse que a realidade de hoje se difere muito da de cinco anos atrás, onde a cada dez infartos, nove atingiam o sexo masculino e somente um o feminino. Atualmente, essa proporção é de seis homens para quatro mulheres.
Outra coisa importante a destacar é que mulheres, após os 30 anos, estressadas, sedentárias, obesas e/ou que fumam são mais sucetíveis a ter essa doença, que se não for diagnosticada e devidamente tratada à tempo pode ser fatal. Se a mulher for portadora de diabetes, colesterol alto ou hipertensão arterial, os cuidados precisam ser redobrados.
Resolvi escrever este post pois acho que o esclarecimento em relação aos sintomas pode salvar vidas.
Assim, se você ou alguém próximo estiver tendo um infarto, fica mais fácil identificar. Essa identificação precoce é essencial, vez que a maioria dos óbitos ocorrem 40 a 65% na primeira hora e 80% dentro de 24 horas.
Então, meninas, olho em seus coraçõezinhos...

Bjim =D

Gui.

2 comentários:

  1. valeu pela dicas... é muito importante cuidar da saúde antes de mais nada!!!

    ResponderExcluir